As bactérias – super resistentes

Bactérias

Bactérias são organismos unicelulares simples que não possuem núcleo. Seu ADN situa-se livremente dentro da célula. Existe milhares de diferentes bactérias.

Comentário do Blog: O documentário, em espanhol,  tem na sua animação linguagem própria e acessível. Mas, um texto em português faz o papel de introdução. Então …

O que são bactérias?

Bactérias são organismos unicelulares simples que não possuem núcleo. Seu ADN situa-se livremente dentro da célula. Existe milhares de diferentes bactérias.

A maioria das quais é completamente inócua para o homem. Elas tornaram a Terra habitável para nós há bilhões de anos atrás, colocando oxigênio na atmosfera e auxiliando na manutenção do oxigênio na atmosfera da Terra; o suficiente para a continuidade da vida e da nossa existência. Elas são benéficas para todos os organismos; há bactérias vivendo em nosso intestinos que nos ajuda a digerir os alimentos e produzir vitaminas. Há bactérias no solo e, muitas delas se localizam nas raízes ou nódulos de certas plantas, tais como: couve e alfafa que fixam o nitrogênio atmosférico, tornando-o disponível como nutriente para as plantas.

Há também bactérias que podem produzir luminescência ou luz. A ausência de bactérias para degradar ou decompor materiais orgânicos nós poderíamos we would be wading through dead plants and animals. Bacteria são vitais para a vida na Terra. Entretanto algumas bactérias são muito prejudiciais para nós incluindo o botulismo, o antraz, a peste bubônica, o tétano, o tifo e muitas outas doenças causada por bactérias e, é aí onde os bacteriófagos pode nos salvar ou ajudar. Fonte: http://www.ufrgs.br/labacvet/?q=node/15

En este momento estás habitado por miles de millones de microorganismos. Muchas de estas bacterias son inofensivas (¡o incluso útiles!), pero unas cuantas cepas de “súper bacterias” son bastante desagradables y se están haciendo cada vez más resistentes a los antibióticos. ¿Por qué sucede esto? Kevin Wu detalla la evolución de este problema que presenta un gran reto para el futuro de la medicina.

Lección de Kevin Wu, animación de Brett Underhill

Imagem: segundoanobiologia.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *