Dia Mundial da Hipertensão 2015

Muitos países nas Américas obtiveram sucesso controlando a hipertensão e alcançaram redução na mortalidade por doenças cardiovasculares na população.

Fatos sobre a hipertensão
A hipertensão é a causa principal mundial de mortes e afeta tanto homens como mulheres. Apesar de 30% de a população adulta sofrer de hipertensão, acima de 140/90 mmHg, um terço delas desconhece sua condição. Um terço da população que recebe tratamento contra a hipertensão deixa de aderir ao tratamento e não consegue manter a pressão abaixo de 140/90 mmHg. Apesar de ser mais comum em homens, mulheres acima de 65 anos também tem hipertensão. Afrodescendentes também tem predisposição para hipertensão.
A hipertensão aumenta o risco de infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral e doenças renais. Pode também causar cegueira e insuficiência cardíaca. O risco de desenvolver qualquer destas complicações é maior em hipertensos, principalmente se coexistirem outros riscos, como uso de tabaco, obesidade e diabetes.
Nas Américas, hipertensão e doenças correlacionadas é uma das principais causas de morte em homens e mulheres. Todos os anos 9,4 milhões de pessoas perecem em virtude da hipertensão e doenças cardiovasculares. A hipertensão tem tratamento e pode ser bem controlada seguindo instruções médicas e adotando hábitos de vida saudável (ver abaixo). Muitos países nas Américas obtiveram sucesso controlando a hipertensão e alcançaram redução na mortalidade por doenças cardiovasculares na população.
 
O risco de hipertensão pode ser reduzido:
  Reduzindo a ingestão de sal
  •  Mantendo uma dieta equilibrada
  •  Evitando o abuso de álcool
  •  Exercitando-se regularmente
  •  Mantendo um peso saudável
  •  Evitando o uso do tabaco

0 Mandamentos contra a pressão alta

  • Meça a pressão pelo menos uma vez por ano.
  • Pratique atividades físicas todos os dias.
  • Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.
  • Adote alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes.
  • Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.
  • Abandone o cigarro.
  • Nunca pare o tratamento, é para a vida toda.
  • Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde.
  • Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.
  • Ame e seja amado.
Fonte: http://www.paho.org/bireme/index.php?id=286%3Adia-mundial-da-hipertensao-2015&option=com_content

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *