Eatwell = coma bem

O resultado prático do trabalho amoroso

Inspirada em sua avó que tinha a doença de Alzheimer, a designer taiwanesa Sha Yao projetou e criou um serviço de mesa configurado para ajudar as pessoas com transtorno cognitivo a aumentar a sua ingestão de alimentos, tornando o processo de comer tão fácil quanto possível. 
Criou, em 2014, Eatwell (coma bem) um conjunto de vasilhas coloridas e práticas expressamente pensadas para serem usadas por pessoas com problemas psicológicos e motores.
O conjunto conta com utensílios amarelos pensados para os alimentos sólidos e outros  vermelhos para as sopas e alimentos líquidos. Veja  no link a seguir:

Conhecida pela perda da memória e confusão mental, a doença de Alzheimer ocorre pelo acúmulo de proteína B amiloide no cérebro. Além de ter as funções cognitivas prejudicadas, o idoso com Alzheimer tem maior dificuldade na realização de atividades comuns, como na alimentação. A nutrição acaba ficando comprometida, já que essa pessoa perde a autonomia de se alimentar sozinho e fazer boas decisões nutricionais na hora de cozinhar. Quando a alimentação não ocorre de modo adequado, o idoso pode apresentar quadros de caquexia ou desnutrição.

Se o idoso com Alzheimer consegue se alimentar sozinho, ele poderá seguir o mesmo cardápio da família. Mas quando precisa de ajuda, é importante ter um cardápio especial. Para que o paciente coma corretamente é de grande importância que durante as refeições o cuidador esteja ao lado do paciente, orientando-o a cada ação que faça. Para incentivar a alimentação e evitar a distração do paciente basta variar o sabor dos alimentos com temperos naturais como baunilha, mel, orégano, manjericão e canela, colocar toalhas lisas na mesa da refeição para que o prato colorido seja o alvo no momento, dar ao paciente talheres que sejam de fácil manuseio e manter uma rotina de horários e local para a realização das refeições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *