Agora eu vou ficar Bonita

Quando o Envelhecer é arte: O texto mistura sambas nacionais com poesias e depoimentos que tratam sobre as incertezas que andam lado a lado com esse tema.

Comentário do Blog: A peça fica em cartaz em São Paulo até dia 1º de maio. Quem estiver por lá, ainda poderá assistir. Mas o meu alerta é para quando e peça estiver em cartaz  na minha, na tua, na nossa cidade  nos façamos presentes na plateia.

Não se trata de uma montagem sobre pessoas velhas, mas sim sobre o processo de envelhecimento pelo qual as pessoas passam desde o momento em que nascem. “Agora eu Vou Ficar Bonita” é uma peça idealizada pela atriz Regina Braga em parceria com seu marido, o médico e escritor Drauzio Varella. O texto mistura sambas nacionais com poesias e depoimentos que tratam sobre as incertezas que andam lado a lado com esse tema.

Quando Carlos Drummond escreve: “Sinto que o tempo abate sobre mim sua mão pesada”, Nelson Cavaquinho lamenta: “Sei que estou no último degrau da vida, meu amor”, Mario Quintana diz: “Todas as horas são horas extremas”, Alvaiade canta: “O mundo passa por mim todos os dias, enquanto eu passo pelo mundo uma vez” ou Herminio Bello de Carvalho fala: “Não sou eu quem me navega, quem me navega é o mar”, entendemos que escritores e poetas conseguem exprimir nossos sentimentos mais íntimos em linguagem carregada de significado. “Agora Eu Vou Ficar Bonita” é um espetáculo sobre o envelhecer através de textos literários, poesias e músicas que falam das alegrias, dores, esperanças, incertezas e medos que todos nós sentimos ao tomar consciência de que estamos mais velhos, tenhamos vinte e cinco, quarenta ou oitenta anos.

Assita a entrevista de Regina Brga no 50+CBN em outubro de 2015, quando a peça entratia em cartaz, aqui Regina Braga e Eu vou ficar Bonita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *