Os beneficios de envelhecer ativamente

Para este fim, além da vontade da própria pessoa, a mudança tem que ocorrer na sociedade como um todo.

política de súdeComentário do Blog: A organização Mundial da Saúde (OMS) nos diz que  “Envelhecimento ativo é o processo de otimização das oportunidades de saúde, participação e segurança, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas ficam mais velhas.” Para que possamos avançar o movimento pelo envelhecimento ativo, todas as partes interessadas precisam esclarecer e popularizar o termo “envelhecimento ativo”, através de diálogo, discussão e debate na arena política, no setor educacional, em fóruns públicos e na mídia, como em programas de rádio e de televisão. O artigo a seguir gira em torno dos dados da população espanhola. Lembro que a diferença é tão somente nos dados. Tradução livre.

O envelhecimento da sociedade é evidente. A expectativa de vida aumentou desde o início da década de 1990 até os dias atuais entre 5 e 7 anos. Segundo dados do Instituto Nacional de estatística, no ano de 2049 um 31,9 por cento da população em Espanha excede 65 anos.

A velhice é uma fase da vida e, portanto, sofrerá alterações. Um processo em que as pessoas experimentam óbvias alterações em seu estado físico, cognitivo e psicológico. Isto implica o desafio de alcançar e manter a qualidade de vida. Um conceito subjetivo ligado a uma infinidade de variáveis, tais como personalidade, satisfação de vida, bem-estar ou o grau de interação social.

Nós somos seres sociais por natureza, pelo qual a interação com as pessoas é necessária para nossa sobrevivência e bem-estar. Por este motivo, é necessário trabalhar no âmbito das relações intergeracionais.

Bem-estar e solidão impostas não são compatíveis. Da mesma forma, é essencial lembrar aos idosos que seu potencial para a participação é enorme e necessário para abrir portas de projetos e gerar um sentimento de pertencer a um grupo. Tudo isso com o objetivo de resolver problemas em idosos como o sentimento de insegurança e baixa auto-estima. Sentimentos decorrentes da associação que é feita geralmente da velhice com termos como inutilidade, incapacidade ou limitações.

Os benefícios de ser ativo – O estilo de vida que traz alguém ao longo da mesma condicionando tanto seu estado físico, cognitivo e psicológico.

Prevenção e promoção da saúde são dois aspectos importantes para combater o pensamento negativo gerado pela perda de funcionalidade ligada à velhice.

Existem muitos exemplos de como manter-se ativo durante a terceira idade. Participar em programas sociais, projetos voluntários, atividades físicas, continuam a exercer nossas capacidades cognitivas… Todos relatam melhorias na saúde física, mental e também na qualidade da longevidade das pessoas.

O objetivo é claro: prevenir, travar a deterioração e manter, na medida do possível, os recursos que tem uma pessoa. Tudo isso com o objetivo de que este mantenha a sua autonomia e independência, que é traduzido como qualidade de vida.

Para este fim, além da vontade da própria pessoa, a mudança tem que ocorrer na sociedade como um todo.

A barreira mais importante que o idoso precisa vencer para manter-se ativo é com a atitude que tem a sociedade em geral na sua capacidade de contribuir para que isso ocorra. Não será isolada, manter relações sociais ou sentir-se parte de um grupo afeta diretamente a satisfação da vida da pessoa.

Evitar a discriminação devido à idade, adaptar as atividades às necessidades e demanda dos idosos ou continuar a desenvolver métodos e maneiras de alcançá-los são um desafio para a nossa sociedade. Educação, como quase sempre, a chave para obtê-lo.

Fonte: http://www.bida-osoa.com/beneficios-de-envejecer-activamente/

O documento motrado no Comentário está em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/envelhecimento_ativo.pdf     Imagem: www.boavontade.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *