Portugal organiza a próxima conferência da ONU sobre envelhecimento

Vai decorrer em Lisboa, entre 21 e 22 de setembro, e vai juntar os ministros dos 56 Estados-membros, que irão definir as linhas orientadoras de atuação para os próximos cinco anos

Portugal vai organizar em setembro a próxima conferência da Nações Unidas sobre o Envelhecimento, onde vai ser adotada a Declaração de Lisboa, que inclui as linhas orientadoras de atuação para os próximos cinco anos.

A Conferência de Ministros da Comissão Económica das Nações Unidas para a Região Europa (UNECE) sobre o Envelhecimento vai decorrer entre os dias 21 e 22 de setembro e vai juntar os ministros dos 56 Estados-membros responsáveis pela área do envelhecimento.

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS) refere em comunicado que foi convidado pela UNECE para organizar a IV Conferência sobre o Envelhecimento, que encerra o 3.º ciclo de revisão da Estratégia Regional.

“No final da Conferência, os Ministros adotarão a Declaração de Lisboa que incluirá as linhas orientadoras de atuação dos Estados-membros da UNECE para os próximos 5 anos”, lê-se no comunicado.

Antes da conferência, decorrem dois eventos no dia 20 de setembro, um de organizações não-governamentais (ONG) dos Estados membros da UNECE e outro de investigadores, de onde vão sair duas declarações a serem apresentadas aos ministros, como forma de “valorizar o papel da sociedade civil neste processo”.

“Pela relevância do tema a nível internacional, o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social decidiu alargar o convite aos países-membros da CPLP [Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa] e aos países com comunidades portuguesas de grande expressão (China, Japão, Índia e África do Sul)”, diz o MTSSS.

A mesma fonte salienta que a organização desta iniciativa “assume um papel de maior relevância para Portugal” principalmente no que diz respeito ao trabalho que venha a ser feito na área do envelhecimento da população, “desafio reconhecido por todos como um dos mais importantes” dos tempos atuais.

O MTSSS explica que, depois de ter sido aprovado em abril de 2002, no âmbito das Nações Unidas, o Plano de Ação de Madrid sobre o Envelhecimento (MIPPA), foi aprovado, em setembro de 2002, em Berlim, a Estratégia Regional para a sua implementação.

Os primeiros dois ciclos de revisão e avaliação da implementação do MIPPA/RIS foram concluídos com Conferências Ministeriais, realizadas em 2007, em León (Espanha) e em 2012, em Viena (Áustria), indo agora o Governo português organizar o terceiro ciclo de revisão.

Neste encontro participam também elementos das Nações Unidas, da Comissão Europeia e da Organização Internacional do Trabalho, estando prevista a presença de cerca de 400 pessoas.

Iagem: http://flashrede.blogspot.com.br/2016/06/aconteceu-no-nucleo-distrital-de-braga.html

Fonte: http://www.tvi24.iol.pt/internacional/ em   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *