Resiliência na Velhice por Anita Liberalesso Neri

Auditório do Banco Central
Rua da Aurora, 1259, Santo Amaro – Recife
Dia 06 de dezembro às 14 h

Conhecendo  a Professora Anita: Em novembro de 2013 a  Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP realizou o “2º. Seminário: “Saúde Pública e Envelhecimento”, cujo tema foi: “Repensando e reconstruindo as novas interfaces do cuidado”. Como vemos no convite acima a Professora Anita compartilhará conosco, aqui no Recife,  seu conhecimento sobre o tema  Resiliência na Velhice e afins.

Para conhecer  e  nos aproximar da professora Anita postamos  uma participação sua no evento  Diferentes Olhares Para os Fenômenos do Cotidiano cujas  palestrantes convidadas, foram: professora Anita Liberalesso Neri, professora Regina Maria Leme Lopes Carvalho e a professora Vera Engler Cury, que comandaram a palestra em comemoração aos 45 anos do programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia da PUC-Campinas.

A professora Anita é  a organizadora do livro Velhice bem-sucedida: aspectos afetivos e cognitivos. Neri, A. L. & Yassuda, M. S. (Orgs.). (2004). Velhice bem-sucedida: aspectos afetivos e cognitivos. Campinas: Papirus, 224 p.

“O declínio da crença de que uma velhice bem-sucedida associa-se a eventos sobrenaturais, à sorte, ou ao coroamento de uma vida virtuosa coincidiu com a ampliação da crença na ciência como a fonte mais confiável de compreensão dos fatos naturais. Assim, o ser humano passou a conviver com cada vez mais informações sobre fatores que conduzem a uma velhice bem ou malsucedida. É dado científico que a velhice caracteriza-se pelo declínio das funções biológicas, da resiliência e da plasticidade. Ainda que ocorram de forma diferenciada entre pessoas, as perdas que caracterizam a velhice provocam o aumento da dependência dos indivíduos em relação aos elementos da cultura e da sociedade. Por outro lado, e ao contrário do que se pensa, é possível a preservação e ganhos evolutivos em determinados domínios do funcionamento, como o intelectual e o afetivo, sendo este último capaz de atuar de maneira compensatória sobre as limitações cognitivas.

Este livro apresenta conceitos e dados empíricos sobre o funcionamento normal e patológico dos principais processos intelectuais, afetivos e motivacionais na velhice e sugere soluções para que indivíduo e ambiente possam contribuir para a continuidade e ganhos nesses aspectos, o que se traduz em velhice bem-sucedida. Escrito por professores e alunos de Pós-Graduação em Gerontologia da Unicamp, visa veicular conhecimentos científicos sobre como envelhecer bem e contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços e das políticas sociais para os idosos no Brasil.” Marina Liberalesso Neri* em 2004

  Fonte:  http://www.scielo.br/

 *Psicóloga e mestranda pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia da Universidade São Francisco. E-mail: marinalbn@lexxa.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *