Monitorando preconceito

O Conselho das Pessoas Idosas de Biscaia (Espanha) lança um novo observatório para monitorar o preconceito de idade na mídia.

Muitas vezes, a mídia basca coleta notícias e conteúdo com imagens estereotipadas de pessoas mais velhas, contribuindo para criar um imaginário social que não se adapta à realidade. Para este efeito, o Conselho de Pessoas Idosas do Governo da Biscaia (Espanha), lançou um observatório de monitoramento do ageism na mídia.

O objetivo deste observatório é identificar os conteúdos estereotipados sobre os idosos que são disseminados na mídia basca e desenvolver uma visão crítica sobre eles. Os idosos, assim como os profissionais de mídia, se envolverão nessa iniciativa.

Os estereótipos antiquados serão rastreados graças a ferramentas de computador que monitoram a mídia. Uma equipe formada por pessoas idosas, além de profissionais de mídia e acadêmicos do Departamento de Comunicação da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Deusto, analisará os estereótipos coletados e os compilará em vídeos curtos mensais. Qualquer um que aponte o ageism na mídia Basque pode contatar a equipe do projeto em: komunikazioa@gizadiberri.eus

Antenas e títulos de mídia também serão convidados a participar de um treinamento sobre o ageismo. O formato ainda deve ser especificado.

A iniciativa será realizada de setembro a dezembro de 2018. Todos os resultados serão reunidos em um relatório abrangente, com algumas conclusões gerais e propostas de soluções apropriadas no final do projeto. O observatório anunciará os resultados da pesquisa por meio de uma conferência que será realizada no início de 2019 na Universidade de Deusto.

AgeismGood Practices  Fonte: http://ageing-equal.org/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *