Pular para o conteúdo principal

Sexualidade e o envelhecer

Sua saúde (não a idade) afeta a sexualidade

Enquanto certas condições de saúde pode afetar a libido e a capacidade sexual, muitas pessoas ainda querem e precisam de privacidade, ou ter desejos sexuais, à medida que envelhecem. No entanto, parece que existem tabus e preconceitos sobre a sexualidade dos idosos.

Comentário do Blog: Ninguém melhor que Carlos Drumond de Andrade para burilar poeticamente a sexualidade. Claudia Bonfim no seu Blog Educação e Sexualidade  Aqui nos diz: "Ele é um dos poetas que mais amo, e que incorpora e dá vida à sexualidade em suas poesias, ora da sexualidade enquanto genitália, do sexo em si, outrora dos afetos, amor, paixão, carinho, admiração. Ainda fala do prazer, do tesão, do querer. Enfim, da sexualidade em sua plenitude. Os poemas estão no livro Antologia poética. Em Amor a seu tempo Drumond fecha com o seguinte: "Amor é o que se aprende no limite, depois de se arquivar toda a ciência herdada, ouvida. Amor começa tarde."

O que a investigação nos diz - Organização Mundial de Saúde define a sexualidade como abrangendo sexo, identidades e papéis de gênero, orientação sexual, erotismo, prazer, intimidade e reprodução. A sexualidade pode ser influenciada pela interação de fatores biológicos, psicológicos, sociais, econômicos, políticos e culturais. Fatores éticos, legais, históricos, religiosos e espirituais.

Uma recente revisão sistemática examinou as atitudes e preocupações de pessoas com mais de 60 anos em relação à sua sexualidade. A revisão identificou três temas principais: 1) as convenções sociais dificultam que os idosos expressem sua sexualidade; 2) sua saúde (e não a idade) afeta a sexualidade; e 3) a sexualidade é freqüentemente vista de perto como o ato sexual.

A revisão sistemática revelou que os adultos mais velhos têm a impressão de que a maioria das pessoas assume que elas são assexuadas e, portanto, muitas vezes se sentem sexualmente invisíveis. A sociedade parece valorizar uma sexualidade que floresce na juventude e na beleza. Os adultos mais velhos que internalizam esses valores e normas têm muitas vezes vergonha de seus corpos e menos propensos a expressar suas necessidades e desejos sexuais por medo de serem julgados e excluídos

Os adultos mais velhos também relataram estereótipos de gênero persistem: as mulheres mais velhas que expressam desejos sexuais parecem estar sujeito a julgamentos sociais negativos, ao contrário dos homens mais velhos que vêem a sua sexualidade legitimado por vender drogas para melhorar sua capacidade eréctil e permitir " trabalhar normalmente ".

Sua saúde (não a idade) afeta a sexualidade - Esses estudos também mostraram que a saúde, e não a idade, é o que tem um impacto real na sexualidade. Os adultos mais velhos que apresentam limitações físicas ou certas condições de saúde relatam ter menor capacidade de participar da atividade sexual . Alguns podem tomar medicação, o que pode alterar sua capacidade de ter e gostar de sexo. Alguns relataram que enfrentaram visões estereotipadas quando abordaram seus médicos para falar sobre problemas sexuais.

Não é de surpreender que os idosos que enfrentam essas atitudes por parte de seus profissionais de saúde sintam que não recebem os devidos conselhos ou cuidados.

Percepção estereotipada sobre sexualidade - A última questão que emergiu da revisão sistemática é que adultos mais velhos freqüentemente definem a sexualidade de perto como relações sexuais. Perda ou diminuição da função sexual pode causar angústia, decepção, frustração e desespero entre os idosos quando eles não experimentar a sexualidade "normal". No entanto, idosos que enfrentam problemas de saúde que afetam a função sexual tendem a adotar definições mais amplas de sexualidade e atividade sexual.

Desfrutar de uma vida sexualmente satisfatória à medida que envelhece - Há muitas maneiras diferentes de ser íntimo e expressar sua sexualidade. Alguns adultos mais velhos podem optar por não participar da atividade sexual, e isso também é normal. Independentemente de como você escolhe ser íntimo, aqui estão algumas coisas que você deve ter em mente:

- Existem mudanças normais relacionadas ao envelhecimento que podem causar problemas sexuais, mas alguns problemas sexuais não estão relacionados ao envelhecimento.

- Converse com seu parceiro para entender melhor suas necessidades e desejos e explorar as diferentes facetas da sexualidade e da intimidade.

E vamos continuar com a conversa. Todos nós devemos superar os tabus sobre a vida sexual dos adultos mais velhos.

Em> 23;06/2019     Fonte: cenie.eu/es/blog/

A poesia está em: educacaoesexualidadeprofclaudiabonfim.blogspot.com/
Imagem: DocPlayer.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia de São Valentim - dia dos namorados

Enamorados durante mais de 50 anos: A fotógrafa retrata O Amor de Casais Idosos Os meios de comunicação convencionais estão saturados de imagens de casais ou pares jovens e bonitos, mas… aonde estão os velhos amantes que há mais de 50 anos compartem  seu amor e seus vínculos insondáveis? A fotógrafa Lauren Fleishman  capturou com sua câmara os retratos alentadores e ternos de casais cujo amor tem sobrevivido mais de meio século em uma adorável série de fotografias  intitulada “Los Amantes”. A fotógrafa tinha a intenção, em princípio de fotografar 50 casais nada mais, mas rapidamente o projeto chegou ata 100. Descobriu que simplesmente pedindo aos  velhos casais que se beijassem os fazia sentir-se a vontade e recordar seu amor na juventude. A inspiração de Fleishman para começar este projeto surgiu ao ler as cartas de amor que seu avô escreveu para sua avó durante a 2ª Guerra Mundial. Despois que faleceu, o diário ajudou a fotógrafa a compreender o matrimonio de seus avós de uma forma …

Como percebemos a passagem de tempo? - Opinião Minas - Parte 1

Bom dia!  O cuidado responsável e carinhoso marca cada um dos temas que posto aqui e, afirmo a Você. que tenho aprendido e apreendido sempre. Meu grande objetivo é que estejamos, Você e eu, juntos nesta caminhada. Hoje, por exemplo, é com alegria que posto dois vídeos de uma entrevista com Maria de Lourdes Goveia que "poetisa" a filosofia numa interessante conversa sobre o tempo. Maria de Lourdes atualmente é professora da Pontificia Universidade Católica de Minas Gerais. Em 26/06/2015 no Programa opinião Minas começas assim: Já teve aquela sensação de que o tempo está passando cada vez mais rápido? Já estamos quase na metade do ano e a impressão para algumas pessoas é que os últimos meses simplesmente voaram. De onde vem essa sensação? Quem nos ajuda a entender o assunto é Maria de Lourdes Gouveia, doutora em filosofia.

Como percebemos a passagem de tempo? - Opinião Minas - Parte 2

Dias Nacional e Internacional do Idoso

No Brasil, há duas datas para celebrar a pessoa idosa. Hoje, 27 de setembro, é o Dia Nacional do Idoso e no dia 1º. de outubro, o Dia Internacional do Idoso.
A frase de Augusto Cury retrata um belo princípio do envelhecimento ativo.
Fonte: https://www.facebook.com/ilcBR

O Cuidado - excelente palestra