Pular para o conteúdo principal

O Envelhescente por Mário Prata

Se você tem entre 50 e 70 anos, preste bastante atenção no que se segue. Se você for mais novo, preste também, porque um dia vai chegar lá. E, se já passou, confira.

Sempre me disseram que a vida do homem se dividia em quatro partes: infância, adolescência, maturidade e velhice. Quase correto. Esqueceram de nos dizer que entre a maturidade e a velhice (entre os 50 e os 70), existe a ENVELHESCÊNCIA.

A envelhescência nada mais é que uma preparação para entrar na velhice, assim com a adolescência é uma preparação para a maturidade. Engana-se quem acha que o homem maduro fica velho de repente, assim da noite para o dia. Não. Antes, a envelhescência. E, se você está em plena envelhescência, já notou como ela é parecida com a adolescência? Coloque os óculos e veja como este nosso estágio é maravilhoso:

— Já notou que andam nascendo algumas espinhas em você?

— Assim como os adolescentes, os envelhescentes também gostam de meninas de vinte anos.

— Os adolescentes mudam a voz. Nós, envelhescentes, também. Mudamos o nosso ritmo de falar, o nosso timbre. Os adolescentes querem falar mais rápido; os envelhescentes querem falar mais lentamente.

— Os adolescentes vivem a sonhar com o futuro; os envelhescentes vivem a falar do passado. Bons tempos...

— Os adolescentes não têm idéia do que vai acontecer com eles daqui a 20 anos. Os envelhescentes até evitam pensar nisso.

— Ninguém entende os adolescentes... Ninguém entende os envelhescentes... Ambos são irritadiços, se enervam com pouco. Acham que já sabem de tudo e não querem palpites nas suas vidas.

— Às vezes, um adolescente tem um filho: é uma coisa precoce. Às vezes, um envelhescente tem um filho: é uma coisa pós-coce.

— Os adolescentes não entendem os adultos e acham que ninguém os entende. Nós, envelhescentes, também não entendemos eles. "Ninguém me entende" é uma frase típica de envelhescente.

— Quase todos os adolescentes acabam sentados na poltrona do dentista e no divã do analista. Os envelhescentes, também a contragosto, idem.

— O adolescente adora usar uns tênis e uns cabelos. O envelhescente também. Sem falar nos brincos.

— Ambos adoram deitar e acordar tarde.

— O adolescente ama assistir a um show de um artista envelhescentes (Caetano, Chico, Mick Jagger). O envelhescente ama assistir a um show de um artista adolescente (Rita Lee).

— O adolescente faz de tudo para aprender a fumar. O envelhescente pagaria qualquer preço para deixar o vício.

— Ambos bebem escondido.

— Os adolescentes fumam maconha escondido dos pais. Os envelhescentes fumam maconha escondido dos filhos.

— O adolescente esnoba que dá três por dia. O envelhescente quando dá uma a cada três dia, está mentindo.

— A adolescência vai dos 10 aos 20 anos: a envelhescência vai dos 50 aos 70. Depois sim, virá a velhice, que nada mais é que a maturidade do envelhescente.

— Daqui a alguns anos, quando insistirmos em não sair da envelhescência para entrar na velhice, vão dizer:

— É um eterno envelhescente! Que bom.

Comentário do Blog: Com a responsabilidade de conversar sobre o documentário Envelhescência para um grupo de alunos do curso de Psicologia, lembrei desta crônica que aqui transcrevo.. Desprenteciosamente, Mário Prata definiu a Envelhescência que foi parar em um artigo científico. Leia a crônica a seguir e veja o conceito com grifo meu. Fonte do artigo: www.cultcarioca.com.br/

O documentário você assiste aqui mesmo


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia de São Valentim - dia dos namorados

Enamorados durante mais de 50 anos: A fotógrafa retrata O Amor de Casais Idosos Os meios de comunicação convencionais estão saturados de imagens de casais ou pares jovens e bonitos, mas… aonde estão os velhos amantes que há mais de 50 anos compartem  seu amor e seus vínculos insondáveis? A fotógrafa Lauren Fleishman  capturou com sua câmara os retratos alentadores e ternos de casais cujo amor tem sobrevivido mais de meio século em uma adorável série de fotografias  intitulada “Los Amantes”. A fotógrafa tinha a intenção, em princípio de fotografar 50 casais nada mais, mas rapidamente o projeto chegou ata 100. Descobriu que simplesmente pedindo aos  velhos casais que se beijassem os fazia sentir-se a vontade e recordar seu amor na juventude. A inspiração de Fleishman para começar este projeto surgiu ao ler as cartas de amor que seu avô escreveu para sua avó durante a 2ª Guerra Mundial. Despois que faleceu, o diário ajudou a fotógrafa a compreender o matrimonio de seus avós de uma forma …

Como percebemos a passagem de tempo? - Opinião Minas - Parte 1

Bom dia!  O cuidado responsável e carinhoso marca cada um dos temas que posto aqui e, afirmo a Você. que tenho aprendido e apreendido sempre. Meu grande objetivo é que estejamos, Você e eu, juntos nesta caminhada. Hoje, por exemplo, é com alegria que posto dois vídeos de uma entrevista com Maria de Lourdes Goveia que "poetisa" a filosofia numa interessante conversa sobre o tempo. Maria de Lourdes atualmente é professora da Pontificia Universidade Católica de Minas Gerais. Em 26/06/2015 no Programa opinião Minas começas assim: Já teve aquela sensação de que o tempo está passando cada vez mais rápido? Já estamos quase na metade do ano e a impressão para algumas pessoas é que os últimos meses simplesmente voaram. De onde vem essa sensação? Quem nos ajuda a entender o assunto é Maria de Lourdes Gouveia, doutora em filosofia.

Como percebemos a passagem de tempo? - Opinião Minas - Parte 2

Dias Nacional e Internacional do Idoso

No Brasil, há duas datas para celebrar a pessoa idosa. Hoje, 27 de setembro, é o Dia Nacional do Idoso e no dia 1º. de outubro, o Dia Internacional do Idoso.
A frase de Augusto Cury retrata um belo princípio do envelhecimento ativo.
Fonte: https://www.facebook.com/ilcBR

O Cuidado - excelente palestra