Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2020

ILPIs, nossas desconhecidas

No dia 1º de abril de 2020 o jornal Diário de Pernambuco publicou  o seguinte:






















Maior abrigo de idosos de Pernambuco suspende visitas e apela para doações






Por:Marcionila Teixeira







A medida obedece a uma determinação do governo do estado para todas as instituições de longa permanência de Pernambuco.
São 115 vidas reunidas na maior e mais antiga Instituição de  Longa Permanência para idosos (ILPI) de Pernambuco. 
Em seus corredores  construídos há 77 anos a interna mais velha tem 104 anos. O abandono de amigos e familiares é a realidade para a maioria dos homens e mulheres do lugar. Entre os que têm famílias e amigos, 80% não recebem visitas com frequência. A chegada da Covid-19 agrava mais o quadro de esquecimento no Abrigo Cristo Redentor, em Cavaleiro, Jaboatão dos Guararapes. As visitas do espaço foram suspensas desde o dia 13 de março.
Os idosos são o principal grupo de risco para a doença provocada pelo coronavírus. A Espanha e a Itália, por exemplo, registraram aumento no número de casas…

Pandemia agrava preconceito contra idosos

Idosos não são ônus e contribuem economicamente à sociedade, diz professora Anita Liberalesso Neri Comentário do Blog: Na postagem anterior  usamos o termo Idadismo. Nesta entrevista, Liana Coll dá início a conversa mencionando os termos etarismo e ageísmo.  O idadismo vem do inglês "ageism" e não é mais do que a discriminação à idade, uma forma de preconceito contra os idosos. A maioria de nós reconhece que a discriminação é desagradável em todas as suas formas, mas parece que há alguns aspectos curiosos do envelhecimento que a tornam diferente de outros tipos de discriminação.O #preconceito baseado em questões de idade se agravou na pandemia de Covid-19. Os #idosos são encarados como um peso para a sociedade, para o sistema de saúde, e para a #previdência social. Além disso são alvo de piadas pela dificuldade que muitos têm para se manter em isolamento. Isso contraria a realidade brasileira, uma vez que 60% dos idosos são responsáveis pelo sustento de suas famílias. Produti…

Confundir velhice com vulnerabilidade é idadismo

Normalmente, não ousamos tocar no assunto da velhice, o mesmo que o da morte.Quando somos jovens, nunca pensamos que vamos envelhecer e piorar, que um dia vamos morrer. Esse assunto foi amplamente abordado pela escritora francesa Simone de Beauvoir (1908-1986), uma companheira inseparável daquele grande da literatura universal, também francesa, Jean-Paul Sartre (1905-1980). No livro Velhice, foi dito com razão que “Com sua provada lucidez e bravura, Simone de Beauvoir enfrenta um dos problemas mais prementes da sociedade contemporânea: a velhice.Pessoas idosas são seres humanos? O mundo de hoje parece negar, recusando-se a admitir que eles têm as mesmas necessidades, os mesmos direitos que os outros. Velhice: vítima de marginalização cruel, ameaçada pela solidão e pela miséria. Muitas vezes, pretende-se ignorar esta situação. E não é incomum associar a velhice à doença, a algo que nem pode ser nomeado. Este livro tenta descobrir a verdadeira condição do antigo, tenta ouvir uma voz que…

Reunião Inaugural da Frente Nacional de Fortalecimento à ILPI

O VIVA a Velhice apoia o relatório técnico proposto pela Frente Nacional de Fortalecimento às Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI).Ontem, dia 14 de maio ocorreu a  Reunião Inaugural da Frente Nacional de Fortalecimento à ILPI

https://www.facebook.com/frentenacional.ilpi/videos/
Dra. Karla Giacomin, Silvana Lamers e Walquiria Alves  com a moderação de Michelle Clos estão na Live de hoje.O Relatório produzido pela Frente traz orientações, que visam subsidiar a Comissão de Defesa dos Direitos do Idoso da Câmara Federal no enfrentamento emergencial da pandemia da Covid-19, com ênfase para as instituições de acolhimento.Assim, espera-se que ele seja considerado na tomada de decisões neste momento que pede de todos solidariedade e responsabilidade para com a população mais vulnerável à COVID-19: a população idosa institucionalizada.Comentário do Blog: Veja a publicação do dia 02/05, aqui no Blog sob o título Frente Nacional de Fortalecimento às ILPIs e você terá as informações…

Filosofar é possível

As gerações atuais estão vivendo tempos sem precedentes em suas trajetórias. O mundo já vivenciou situações extremas de doenças e guerras. Mas, no século 21 e por conta da Covid-19, estamos precisando aprender a lidar com as preocupações de saúde e com novos processos sanitários e de convívio social.
Neste cenário, o filósofo e escritor suíço Alain de Botton sinaliza que muitos podem sofrer de agitação e ansiedade. E o mais importante de tudo é que, como estamos vivendo globalmente uma pandemia, esses podem ser sinais normais. Fundador da The School of Life e conferencista do Fronteiras do Pensamento em 2011, Botton defende que talvez seja o momento de reconhecer fragilidades e não responder mais automaticamente que “está tudo bem”. Os filósofos estóicos sinalizam bons caminhos para que saibamos analisar as possibilidades e encontremos a calma.
Para esta edição da nossa newsletter de conteúdos especiais, traduzimos – com a autorização de Botton – um artigo publicado neste mês na Inglate…

Frente Nacional de Fortalecimento às ILPIs

Criada a Frente Nacional de Fortalecimento às Instituições de Longa Permanência  para Idosos (ILPI)A Frente Nacional de Fortalecimento à  ILPIs é composta por especialistas, trabalhadores, gestores e pesquisadores das áreas do Envelhecimento Saudável e das Políticas Públicas Setoriais de Proteção à Pessoa Idosa. A FN-ILIPI pretende ser um espaço democrático de estudos, pesquisas, planejamento, articulação e fomento para:estimular ações de apoio às ILPIs de qualquer natureza, privadas sem fins lucrativos, privadas com fins lucrativos e públicas;epreender e propor, ao poder público e sociedade civil organização, ações coordenadas para o aperfeiçoamento das Políticas Públicas de Cuidados de Longa Duração à Pessoa Idosa.O documento coloca as ILPIs em foco no momento em que a pandemia do novo coronavírus evidencia a fragilidade em que a população brasileira, especialmente a parcela representada pelas pessoas com mais de 60 anos, é exposta em função da ausência de uma Política Nacional de Cu…

As novas ‘influencers’ do Instagram têm 95 anos

As novas ‘influencers’ do Instagram têm 95 anos: o otimismo das avós triunfa no confinamentoCom milhares de seguidores em apenas um mês, a nonagenária 'tata’ de Miguel Ángel Muñoz se tornou uma inesperada estrela nas redes durante a quarentena. Falamos com o ator sobre o fenômeno e mostramos as outras avós mais virais do momento“Cada vez que me conecto, me faz chorar de alegria de tão bonita que você é”. O conhecido ator espanhol José Coronado resumiu à perfeição um sentimento compartilhado por milhares de usuários cada vez que a tata (vovó) Luisa aparece nas suas telas.O ator Miguel Ángel Muñoz é o responsável pela emocionada conversa entre estes admiradores recíprocos e por ter transformado a irmã da sua bisavó, que cuidou dele durante toda a sua infância, naquela que, aos 95 anos, é possivelmente a estrela mais veterana do Instagram. Em apenas um mês, os vídeos de seu peculiar formato Cuarentata acumulam milhões de visitas, e sua conta na rede social, @soylatatareal, já soma ma…