Pular para o conteúdo principal

O poder intergeracional de Elza Soares (2)

Elza Soares aos 90 anos "O melhor presente de aniversário seria ver esse país melhor"

Como é chegar aos 90 anos tão ativa e cantando? É chegar, né? A gente não sabe, a gente chega.

Do que você tem saudade? Saudade é uma palavra tão... Não sei se tenho saudade. Posso sentir falta, mas saudade, não. Posso morrer de tristeza, mas de saudade, jamais. Não sei, não sei. O resto, te juro, que não sei.

Qual seria o melhor presente de aniversário? É ver esse país melhor, é ver esse mundo melhor. Meu Deus do céu, tanta doença, tanta coisa ruim. Ver esse país limpo, livre, esse povo sem medo de tanta corrupção. Seria isso.

Como lida com o passar do tempo? Eu não sei. Vou vivendo, vou andando, né? Vou vivendo, vou andando, vou caminhando. O passar do tempo... Ele é que sabe como lidar comigo.

O que aprendeu na vida que gostaria de dizer aos mais jovens - aos seus sobrinhos e netos?Respeito, educação, ter dignidade, entendeu? Saber lidar com os mais velhos. Saber lidar com o mundo. Acho que isso é importante.

Do que o Brasil precisa nesse momento? O Brasil precisa disso que eu acabei de falar agora: dignidade, respeito, respeito, respeito.

Qual música sua se aplica melhor ao momento atual vivido pelo Brasil? São tantas... Mas acho que "A Carne" é a música que mais se aplica no momento. A carne mais barata do mercado, para mim, foi a carne negra. Se assim não fosse, não estaríamos lutando contra isso, né? A gente está lutando para que isso melhore. Vamos ver como vai ficar, a coisa tem que melhorar. Tem que passar.

Como a vida tratou Elza Soares - mulher e negra - nesses 90 anos? Eu sempre usei luva de boxe. A gente vinha de lá... Eu com minhas luvas de boxe, entendeu? Golpeando, sendo golpeada, mas levando sempre a melhor.

Como está sendo para você ficar em casa nessa quarentena? Como acha que vamos sair dessa experiência? Gente, ficar em casa nessa quarentena é obrigação da gente, né? A gente sabe disso, que tem que ficar, e a gente fica numa boa. Como vamos sair, também não sei, temos que sair numa boa. Vou esperar.

Que mensagem você deixaria para os brasileiros, que vivem um momento tão difícil? Brasil, Brasil brasileiro. Minha gente, pelo amor de Deus, otimismo. Pra frente, acreditar, mais amor. É o que está faltando: muito amor. Vamos pra frente. Tudo passa. Tudo que é ruim passa. Tudo que é bom passa. Isso tudo vai passar e a gente vai viver num momento bem mais feliz. Vamos embora, minha gente....

Fonte:  https://entretenimento.uol.com.br/noticias/

Imagem:reprodução Youtube
Comentário do Blog:  Os 85 anos de Elza Soares  estão aqui no Viva a Velhice.veja em  http://www.vivaavelhice.com.br/2016/05/o-poder-intergeracional-de-elza-soares.html

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia de São Valentim - dia dos namorados

Enamorados durante mais de 50 anos: A fotógrafa retrata O Amor de Casais Idosos Os meios de comunicação convencionais estão saturados de imagens de casais ou pares jovens e bonitos, mas… aonde estão os velhos amantes que há mais de 50 anos compartem  seu amor e seus vínculos insondáveis? A fotógrafa Lauren Fleishman  capturou com sua câmara os retratos alentadores e ternos de casais cujo amor tem sobrevivido mais de meio século em uma adorável série de fotografias  intitulada “Los Amantes”. A fotógrafa tinha a intenção, em princípio de fotografar 50 casais nada mais, mas rapidamente o projeto chegou ata 100. Descobriu que simplesmente pedindo aos  velhos casais que se beijassem os fazia sentir-se a vontade e recordar seu amor na juventude. A inspiração de Fleishman para começar este projeto surgiu ao ler as cartas de amor que seu avô escreveu para sua avó durante a 2ª Guerra Mundial. Despois que faleceu, o diário ajudou a fotógrafa a compreender o matrimonio de seus avós de uma forma …

Como percebemos a passagem de tempo? - Opinião Minas - Parte 1

Bom dia!  O cuidado responsável e carinhoso marca cada um dos temas que posto aqui e, afirmo a Você. que tenho aprendido e apreendido sempre. Meu grande objetivo é que estejamos, Você e eu, juntos nesta caminhada. Hoje, por exemplo, é com alegria que posto dois vídeos de uma entrevista com Maria de Lourdes Goveia que "poetisa" a filosofia numa interessante conversa sobre o tempo. Maria de Lourdes atualmente é professora da Pontificia Universidade Católica de Minas Gerais. Em 26/06/2015 no Programa opinião Minas começas assim: Já teve aquela sensação de que o tempo está passando cada vez mais rápido? Já estamos quase na metade do ano e a impressão para algumas pessoas é que os últimos meses simplesmente voaram. De onde vem essa sensação? Quem nos ajuda a entender o assunto é Maria de Lourdes Gouveia, doutora em filosofia.

Como percebemos a passagem de tempo? - Opinião Minas - Parte 2

Dias Nacional e Internacional do Idoso

No Brasil, há duas datas para celebrar a pessoa idosa. Hoje, 27 de setembro, é o Dia Nacional do Idoso e no dia 1º. de outubro, o Dia Internacional do Idoso.
A frase de Augusto Cury retrata um belo princípio do envelhecimento ativo.
Fonte: https://www.facebook.com/ilcBR

O Cuidado - excelente palestra