Quem sou eu

O Blog e eu

Sou uma avó coruja da Isabela, do Guilherme, da Sofia e da Gabriela.

Acredito que a solidariedade, o cuidado amoroso nas nossas relações sejam sociais, com a natureza, com a alimentação, com os exercícios físicos e mentais, com o aprendizado permanente são fundamentais  para a qualidade de vida.

A alegria de viver deve nos acompanhar em todas as fases da vida. Envelhecemos conforme vivemos.

O Viva a Velhice reflete meu olhar aprendiz sobre a cultura da Longevidade e o desejo de encontrar parceria em pessoas de todas as idades envolvidas pelo fenômeno do Longeviver que compartilhe comigo as informações, a curiosidade e a alegria de viver um envelhecimento saudável.

Busco informações que possibilitem o exercício da disseminação democrática e o livre acesso ao conhecimento. Normas, cartilhas e outras utilidades estarão por aqui, sempre com a respeitosa indicação de origem e autoria.

Estamos juntos, Juraci

Notinha 1: Sei que a Velhice é coisa séria. Ficou ainda mais e mais séria quando resolvi tratar, de forma amena, a complexidade da velhice em um Blog.

Notinha 2 – Atualmente – 2017, sou aluna do primeiro curso de Especialização em Gerontologia na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Notinha 3 –  Hoje,  dia 31/03/2018, publico um artigo que explica o porque da flor Dente-de-Leão figurar como logo do Viva a Velhice.

Notinha 4 – Já sou uma Especialista em Gerontologia – 2018. Uma conquista aos 74 anos.

 

 

26 thoughts on “Quem sou eu

  1. Juraci, tenho 45 anos. Aprendi a importância de dar importância ao envelhecimento quando cuidei por cerca de seis anos de minha mãe (in memória ). O sistema de atendimento a saúde, cuidados e o respeito pela prioridade ficam muito aquém de satisfatórios. As sociedades (mundialmente)não estão preparadas para as peculiaridades que acometem os idosos.
    Foi uma luta, labuta, peleja alcançar o mínimo de conforto(prioridade, atendimento, insumos medicamentosos, remedios e diagnosticos eficazes)para mamãe durante a evolução de agravamento de doenças.
    Após seu falecimento decidi ajudar, ao menos me empenho para tal, em linķar idosos e idosas e seus familiares em alcançar os direitos legais previstos no Estatuto do Idoso.
    Uma de minhas ferramentas é um Programa de rádio, 104, 9 FM, www. radiojovemcapfm. com. br, sábados de 12hs as 13hs. ALMOÇO e PROSA, em sintonia com todas as idades.
    Além do entretenimento, nos quadros “Advogado do Idoso” e “Guardião do Idoso”, apelo ao bom senso e juízo da família, comunidade e autoridades pela atenção, cuidados, prioridades… aos idosos.
    Entoando e ecoando os DIREITOS DOS IDOSOS. Cuidar e não-ASILAR.

    1. Rute, boa noite!
      Muito bom te encontrar no Viva a Velhice.
      Já escutei teu programa na 104,9 FM, Por isso tomei a liberdade de te convidar para compor a minha rede do Facebook.
      A Gaudia me deu o caminho.
      Tens razão e é verdade tudo que mencionaste, parabéns pelo teu trabalho que transmite confiança, alegria e informação.
      Optei por ter um Blog para espalhar informações. Estou interessada em fazer o curso de Gerontologia. Já me inscrevi, pretendo pleitear uma bolsa, caso contrário ficará na vontade, srsrrr
      Conheces a legislação sobre as Instituições de Longa Permanência para Idosos? É um instrumento que propões a qualificação dos “asilos” “abrigos” e similares. Mas percebo que o que ocorre é a troca de nome da instituição e a qualificação não acontece.
      Espero que o Viva Velhice possa contribuir de uma forma qualquer com o Almoço e Prosa.
      Um prazer imenso por este início de conversa.
      Que os anjos te ilummine na continuidade dessa magnífica tarefa, diria, missionária.
      Um grande abraço.

  2. Parabens pelo blog gostei muito conhecer e quero compartilhar nas atividades com idosos e afins nos grupos TI palestras em igrejas facebook etc
    Agradecido .

  3. Olá Juraci!!! Adorei conhecer você e parabéns pelo blog! As questões que você aborda e com o conhecimento que você está sempre adquirindo e aperfeiçoando são de extrema necessidade para nossa sociedade, tão longe ainda de tratar como se merece o tema do envelhecimento, apesar de sabermos que é uma questão mundial e que está crescendo a cada dia! Publiquei sei blog na fanpage da SeniorMais pois quanto mais informações disseminarmos, mais conhecimento estamos levando e, quem sabe, fazendo nossa parte para mudar essa história. Deus te abençoe e tenha um ótimo dia!

    1. Ana Paula, pura bondade tua, agradecida por tudo.. Estamos juntas na tarefa de informar e servir. Que as bênçãos sejam para todos.
      Que não nos “desgarremos” … rsrsr Um grande abraço

  4. Gostei do que encontrei. Ainda vou explorar mais o blog. Agora foi o momento da descoberta e me identifiquei com o que li sobre o que movimenta a autora. Também sou idosa e estou aposentada. E gosto de aprender…

  5. Amei ver o interesse pela velhice que ainda é tachada como um incómodo para muitos . Tenho 63 anos e minha mãe está com 88 e é um exemplo para nós de que a velhice pode ser vivida com alegria e prazer . Parabéns pelo blog.

    1. Laurita, que bom receber tua visita.
      “Alegria e prazer”, esse é o caminho.
      Um carinhoso abraço para tua mãe.
      O Viva a Velhice aguarda teu retorno. Abraço.

  6. Adorei seu blog, sou avó de Rafael, Daniel, Pedro , Enzo, Bia e Julia, e mais um um adotivo Gabriel. São os meus anjos. Tentei construir um blog, mas, como sou bipolar e estou tratando de um meningioma cerebral, vivo nos consultórios médicos, e o tempo que sobra quero desfrutar com minha familia.
    Embora os problemas de saúde, sempre quero aprender e busco muito através da internet o conhecimento e descobrir blog como o seu, é muito prazeroso.
    Na velhice não temos o corpo tão cheio de vida como na juventude, mas temos a experiência, e podemos viver um dia de cada vez com alegria e felicidade.
    Abraços

    1. Bravíssimo Álida!!!!!
      Quanta alegria ter Você aqui no Viva a Velhice.
      Continue cuidando da sua saúde. O aprendizado contínuo e o convívio amoroso com a família e amigos também é um “santo” remédio.
      Sempre que der apareça. Um grande e amoroso abraço.

    1. Bom dia, Vera, que bom que Você descobriu o Viva a Velhice.
      Como participar? exatamente como Você fez; usando o espaço para comentários após a postagem de cada um dos artigos.
      Espero por Você, para dar continuidade a esta conversa.
      Não demore para voltar. Abraço

    1. Ana Roberta, seja muito bem vinda!!!!! O Viva a Velhice é um Blog para todas a idades, assim como envelhecer é um processo comum a todos.
      Fiquei feliz com sua visita e por ter gostado do Blog. Volte mais vezes. estou esperando. grande abraço.

  7. Bom dia Juraci, como vai?
    Meu nome é André Babilônia, da Arteiras Comunicação. Estamos co, atendimento do primeiro evento voltado para o envelhecimento ativo e saudável, o Rio +60, que será realizado no 4 de agosto, no Centro Cultural João XII, em Botafogo. O seminário terá palestras e oficinas com mais de 25 profissionais da área de saúde, bem-estar, empreendedorismo, alimentação, tecnologia e turismo. Haverá, também, laboratórios que promoverão o aprendizado de novas ferramentas tecnológicas, com a finalidade de colaborar para manutenção ou retorno do público sênior ao mercado de trabalho.

    Na área gratuita serão oferecidos serviços como avaliação de equilíbrio, triagem auditiva e, ainda, uma feira de produtos e serviços voltados ao público sênior.

    Gostaria de encaminhar, se possível, o material do evento para você. Teria algum e-mail que eu pudesse enviar?
    Abraços e muito obrigado!

    1. Bom dia, André. Que bom te ver por aqui no Viva a Velhice.
      Visitei o site e a Página da Arteiras Comunicação, bom trabalho em marketing. Parabéns.
      Já, já te envio um e-mail.
      Volte sempre.

  8. Ei ,

    Eu vejo site http://www.vivaavelhice.com.br e seu impressionante.Eu me pergunto se o conteúdo ou banners de opções de publicidade disponíveis no seu site?

    Qual será o preço se quisermos colocar um artigo no seu site?

    Nota: o artigo não deve ser qualquer texto como patrocinado ou anunciar ou assim

    Felicidades
    anto desouza

    1. Anto de Souza, bom dia!
      Uma alegria saber que você acompanha o Viva a Velhice.Certamente você já percebeu que o Blog não tem o viés de mercado e sim de informação.
      Caso o seu artigo tenha a ver com o tema envelhecimento pode me enviar. Ao estar em acordo com os objetivos do Blog, o publicarei com prazer.
      Para isso envie o artigo utilizando o e-mail jugutier70@gmail.com.
      Volte sempre, agradecida pelo interesse.

  9. Oi, Juraci,

    Tive a alegria de conhecê-la no dia 31 de Agosto p.p. por ocasião do filme RUGAS.
    Naquela ocasião conheci pessoas maravilhosas.
    Já estava sendo apresentada á turma de Gerontologia, como a próxima aluna do Curso. Tudo muito bem, tudo muito bom!!
    Acontece que no 1o passeio que me propus a fazer com o grupo, me deparei com uma angústia e inquietação muito grandes. Por quê?
    Sou uma pessoa muito autônoma! Saí muito menina do interior p a capital, no intuito de estudar e tal fato, como que, antecipou a minha MAIORIDADE, apesar dos tropeços e sofrimentos que tive de passar.
    Mas, voltemos ao relato: qdo recebi pelo celular a “Logistica” do passeio, que solicitava, entre outros itens bem pertinentes, a ADVERTENCIA p levar remédios, cartão de assistência médica, telefones de familiares e/ou amigos, etc, etc, confesso que um sentimento muito estranho se apoderou de mim: uma vontade de desistir, um não sei que ecoando: tornei-me uma idosa que precisa de cuidados, e nem me dei conta!! Que susto, que medo!! E o medo foi crescendo….em suma: desisti da viagem. E qdo falei p a pessoa que, tão gentilmente, queria me ajudar, que não estava conseguindo colocar na mala o que seria necessário p/ a viagem, ela delicadamente, me respondeu que me ajudaria tb nesse “trabalho”. AÍ, realmente, entrei em paranóia!! Não vou, não vou mais, eu quase gritava.
    E me bateu um pãnico!!
    Pedi mil desculpas a minha amiga maravilhosa!! Mas, seria desrespeitar completamente a minha agonia, se eu tentasse enfrentar o meu medo e dissesse SIM.
    Todo esse relato, cara Juraci, é para dizer que estou muito longe de lidar bem com a velhice. E olhe que faço terapia há muitos anos! Tenho mais anos que vc,
    naquela tarde, dissemos a nossa idade.
    Não tenho netos como vc. Não tive filhos. Mas, crianças são o meu Paradigma de Amor, Beleza, Fluidez.
    Obrigada, Juraci.
    P.S. Fico a me perguntar se devo enviar esse e-mail ou deixar p falar pessoalmente com a pessoa.
    Falarei com a pessoa, sim. Mas, tb enviarei p vc. Preciso ouvi-la. Muito e muito obrigada!!

    1. Maria Lucia, boa tarde!
      Uma alegria imensa te encontrar por aqui.
      Infelizmente a realidade para 99,99% das pessoas com menos de 60 anos, cujo número 60 é apenas um referencial cronológico, considera as pessoas com mais de 60 anos dependentes e doentes.
      Vamos seguir o nosso coração e razão e viver com a autonomia e liberdade que ainda temos. Relaxa.
      Te enviarei um e-mail.
      Um grande e carinhoso abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *